Uma coisa que me ocorreu agora, depois de assistir uns dois episódios disto. Apesar de ser tecnicamente hentai, e de implicar (mas não mostrar) algumas cenas de sexo, este anime contém muito menos obscenidades do que um similar bem mais conhecido.

Pelo menos no primeiro os computadores “femininos” aparentam estar acima da maioridade legal, e convivem lado a lado com as máquinas tradicionais. No segundo, muitos deles tem a aparência de menininhas (com muito menos personalidade!) e são o único tipo de computador disponível – “persocon” não é nenhum termo exclusivo e registrado, mas sim a maneira como os japoneses chamam seus PCs (Personal Computers). O que é mais sujo, um mundo onde mulheres eletrônicas são uma raridade, ou um onde todo mundo usa e abusa de bonecas digitais com formato de lolitas e ativadas por um interruptor em suas partes pudendas? Sim, eu sei que as do primeiro link não são nem um pouco santas, mas eu acho que a baixaria insinuada é muito mais baixa do que a declarada abertamente.

É claro que os dois são, no fundo, animes de namorada robô. Essa é uma premissa que possui sua própria obscenidade inerente, não importa o quão limpinha seja a apresentação. Eu consigo imaginar apenas uma situação bem específica onde isso não seria verdade, mas mesmo assim a situação é discutível.

~ por mestrebira em 18/03/2003.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: