O problema de ser igual ao Spider Jerusalem é que é difícil se ver escrevendo algo positivo sobre qualquer coisa. Se bem que escrever merda seria algo mais produtivo do que eu ando fazendo agora. Talvez seja porque eu fique com essa insistência de escrever uma história de aventura criminal em um futuro indeterminado. Eu já li livros excelentes que colocavam pessoas normais em situações normais para o tal futuro, criando histórias esquisitas e excelentes, mas parece que eu simplesmente não consigo agüentar um pingo sequer de normalidade do que quer que eu escreva. Existe sempre algo muito grande prestes a acontecer na minha cabeça, mas eu nunca consigo passar por aquele último quebra-molas.

Eu me imagino sentado nessa sala escura e apertada, encurvado na frente de um monitor tomando raios catódicos na cara, digitando furiosamente. Na maior parte das noites que eu passo em casa, é mais ou menos isso que acontece, exceto pela parte do “digitando furiosamente”. Talvez eu devesse tentar alguma espécie de obra conjunta, escrever alguma história em parceria com alguém. Só que para isso, eu teria que superar essa mania de controlar completamente o que eu escrevo. Se eu fosse profissional, seria o pesadelo de todos os editores da Criação.

~ por mestrebira em 27/01/2004.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: