Animes de 2007

Há alguns dias atrás, eu encontrei este artigo mostrando alguns dos animes que estreiaram no Japão este ano, e resolvi ir atŕas. Abaixo vão minhas próprias opiniões sobre os que eu consegui assistir.

Os Bons

Posso dizer que Moonlight Mile é disparado o melhor anime de 2007, conseguindo misturar o melhor de Planetes com o melhor de Gasaraki. Um anime de exploração espacial realista, em um futuro próximo, com personagens carismáticos e originais e uma história que envolve guerras e eventos geopolíticos do tipo que você poderia imaginar ver no jornal um dia. Tudo isso apresentado de uma maneira fácil de entender e que não dá sono!

Tengen Toppa Gurren-Lagann é a oferta mais recente da Gainax. Sim, aquela Gainax. E, muito para a minha alegria, é um anime que tem muito de FLCL. Os personagens são simpáticos, o traço é engraçado, e o ritmo poderia ser descrito como “nervoso”, “frenético”, ou mesmo “espasmódico”. Nota 10, e só não digo que é o melhor do ano por causa do Moonlight Mile.

Seirei no Moribito parece ter sido criado quando alguém perguntou como seria a Motoko Kusanagi se ela fosse um personagem de Dynasty Warriors. O traço deste anime de fantasia é bastante similar ao de Stand Alone Complex e Blood+, mas eu não prestei atenção aos créditos para ver se o estúdio era o mesmo. A voz da personagem principal parece ser feita pela mesma dubladora da Kusanagi, e a personalidade parece também ser uma instância do mesmo “template”. Assisti a apenas um episódio, mas com certeza vale a pena acompanhar. É difícil achar um anime cuja personagem principal não seja uma adolescente chata, e essas ocasiões raras devem ser apreciadas.

Os Ruins

Bokurano é um anime onde eu tenho que discordar do tiozinho do Irresponsible Pictures. Um “clone” de EVA onde 14 crianças chatas e imbecis recebem a missão de pilotar um robô de 500 metros de altura contra monstros misteriosos. A coisa mais interessante aqui é que uma delas parece morrer cada vez que lutam com um monstro, e ver um protagonista pé-no-saco ter o que merece é bastante satisfatório. Mas não é tão satisfatório assim a ponto de me fazer continuar assistindo.

El Cazador de La Bruja é um clone de Noir, o que já deve dizer tudo sobre o anime. É uma história onde duas mulheres (uma pistoleira veterana e uma garotinha chata e sem personalidade) partem em uma jornada física e espiritual para encontrar seu destino. Os dois foram feitos pelo mesmo estúdio, com o mesmo traço e provavelmente os mesmos dubladores. A diferença é que este tem mais faroeste e menos mortes, mas mesmo assim não parece valer a pena. Deu para perceber que eu não suporto Noir?

Quando eu descrevi Darker Than Black para minha adorada esposa, o comentário dela foi “emo, emo, emo”. Quando eu falei o nome do anime para ela, o comentário foi “EMO, EMO, EMO!!!”. E, creio eu, isso é tudo o que você precisa saber sobre este anime.

Os Feios?

Já obtive alguns episódios de Claymore e Sola, mas ainda não assisti o suficiente para emitir julgamento. Faço isso depois.

~ por mestrebira em 02/05/2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: