Cory Doctorow Elogia os Fanfics

Este é o artigo. Eu já li muito fan fiction, e escrevi alguns quando tinha uns 13 anos. Felizmente, eles já parecem ter sumido da Internet, mas eu tenho certeza que alguém com Google Fu melhor que o meu vai conseguir achá-los (o nome do site onde eu os colocava era “Shadowland.BR”).

Depois de um tempo eu fui perdendo o interesse por essa forma de expressão, por vários motivos. O principal, creio eu, é que eu acabei entrando em contato com o “lado negro” dos fanfics – e por lado negro, entenda-se o lado ruim. É fácil gostar dessas histórias quando você só descobre as boas, mas sites como a fanfiction.net tem o incrível dom de esconder qualquer palhinha de trigo em um mar infindável de joio. O outro foi uma certa supersaturação – o número de situações possíveis no cenário do Ranma 1/2 é bem limitado, e esse limite já deve ter sido atingido há uns 8 anos. Do ponto de vista de autor, eu sempre preferi criar os meus próprios personagens e situações a pegar emprestado dos outros. Eu adoro usar cenários de RPG, que afinal de contas estão aí para isso, mas agora também quero criar meus próprios (o que talvez explique o fato da minha produção efetiva ter caído a zero…).

Isso não quer dizer que eu não possa voltar a ler fan fiction, desde que ele seja A) bem escrito, B) de uma fonte que eu conheça e C) de uma fonte que eu não ache que a história original foi suficiente.

~ por mestrebira em 22/05/2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: