Leve Ironia

William Gibson é tido como o pai do Cyberpunk, e algumas de suas histórias tratam de máquinas capazes de introduzir imagens e impressões de forma artificial no cérebro humano. Ele também escreveu uma história chamada The Gernsback Continuum, que é uma sátira da geração anterior da ficção científica, que vivia de imaginar futuros utópicos onde todo mundo tinha seu carro voador e almoçava pílulas e da qual Hugo Gersnback era um dos “luminares”.

É, então, uma leve ironia que a idéia dessas “máquinas de sonho” que marcaram tanto as histórias do Gibson seja de autoria do Hugo Gernsback.

~ por mestrebira em 02/07/2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: