Padrões de Projeto em Linguagens dinâmicas

Padrões de Projeto (os famosos Design Patterns) parecem ser uma coisa pela qual todo desenvolvedor se apaixona em algum ponto da carreira. No meu antigo emprego eles eram praticamente idolatrados. A idéia básica é ótima: reunir problemas comuns e dar nome a eles, para facilitar a conversa. O problema é que o livro original também fornecia receitas, e é por elas que as pessoas tendem a se apaixonar, mesmo quando um dos autores já disse que elas eram “paliativos para C++”.

Eis um artigo do Neal Ford
explicando porque essas receitas não têm tanto valor assim quando se trata de aplicar os padrões a linguagens de programação diferentes (especialmente linguagens dinâmicas).

~ por mestrebira em 17/09/2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: